Publicado por Cecilia

Tradicionalmente, com a chegada do novo ano delineamos novos projetos e estabelecemos os nossosobjetivos para 2015.

Em geral sonhamos bem alto, estamos empolgados e colocamos as nossas metas bem lá para cima. Atédesenhamos todo o plano de ação. É agora que vamos resolver todos os problemas; É agora que vamos enfrentar todos os desafios; É agora que vamos concretizar aquele projeto há tanto tempo adiado.

Mas, passado um mês, ou até mesmo uma semana, voltamos ao dia-a-dia e afundamo-nos no mesmo espirito: “Não tenho tempo para isto!”, “Planear? Eu sei lá o que vai acontecer amanhã!”, “Eu vou dando o meu melhor, faz-se o que se pode.”

É verdade: não sabemos o que vai acontecer amanhã. Não somos moiras! (Embora com a idade eu vá ficando mais loira e por vezes até me sinta moira!).

Peter Drucker dizia: “A melhor forma de prever o futuro é criá-lo”. Por isso não esteja à espera de conhecer o futuro – seja o seu criador.

O primeiro passo é escolher um dos projetos que tem em mente e focar aí a sua energia. Para reforçar a sua motivação é importante tomar bem consciência do que é que pretende atingir, porquê e para quê. Imagine o que vai sentir quando atingir o seu objetivo. Visualize a nova realidade e tome consciência do que vai ser diferente.

Sente-se bem? Ótimo! Então vamos continuar.

A próxima etapa é constituir a sua equipa de trabalho. Sim, estamos a falar de grandes projetos e estes não se conseguem alcançar individualmente. É importante reunir um conjunto de pessoas com competências complementares e que partilhem do mesmo objetivo. Motive cada uma delas partilhando o seu sonho, os porquês e para quês. Faça com que visualizem a nova realidade e que tomem consciência do que vai ser diferente.

Sentiu-se bem quando fez este exercício? A sua equipa também vai sentir!

Agora analise as forças e fraquezas deste projeto. Reúna os recursos necessários para que o projeto seja um sucesso e prepare-se para aqueles aspetos mais frágeis. Construa planos de contingência (o famoso plano B).

Divida o projeto em fases e, no final de cada fase, celebre o objetivo atingido. Assim vai manter a sua motivação e a da sua equipa.

Pronto para entrar em ação? Então tire as ideias da gaveta e concretize os seus projetos.

Nós estamos aqui para o ajudar!

 

Artigo publicado originalmente em pontoTGA



Comments are closed.