Empresas-que-mexem-são-empresas-que-crescem

Publicado por tga

 

O Projecto Dinamizar, promovido pela Confederação do Comércio e Serviços de Portugal (CCP) e dinamizado pela Associação de Comércio, Indústria, Serviços e Turismo da Região de Leiria (ACILIS), destina-se a elevar a capacidade competitiva das micro e PME do comércio e serviços, mediante um conjunto integrado de ações de consultoria e formação que visam, a curto, médio e longo prazo, proporcionar um melhor desempenho das mesmas.

 

Quem são os destinatários?

Micro, Pequenas e Médias empresas:

  • Dimensão até 100 trabalhadores;
  • Atividade nos setores do comércio e serviços e sede nas NUT II Norte, Centro ou Alentejo;
  • Aplicação e cumprimento da regra de auxílios de minimis.

Qual a estrutura da intervenção?

A intervenção nas empresas é realizada em três fases:

  1. A primeira fase é de consultoria e conta com a intervenção do consultor responsável pela empresa. Esta fase consiste na elaboração de um diagnóstico, de acordo com uma metodologia pré-definida a nível do Projeto, a que se seguirá a preparação de um Plano de Ação, envolvendo quer aspetos estruturantes e organizacionais da empresa, quer necessidades em termos de recursos humanos.

 

  1. A segunda fase, designada por fase de execução do Plano de Ação, envolve dois tipos de medidas:
    a) Medidas de consultoria que se traduzem no acompanhamento da execução do Plano de Ação e que será direcionado, fundamentalmente, para as mudanças organizativas e de gestão, mas também para as alterações que possam vir a ter lugar ao nível do posicionamento face ao mercado ou dos conceitos utilizados.
    b) Medidas de formação previstas no Plano de Ação e que são dirigidas a um conjunto de colaboradores das empresas participantes. A formação será sempre resultante das necessidades detetadas nos diagnósticos realizados ao conjunto de empresas participantes.

 

  1. A terceira fase, também ela de consultoria, é a avaliação de desempenho e tem por objetivo avaliar o impacto do projeto na empresa participante.

Em resumo:

estrutura-da-intervenção

Quais as vantagens para as empresas?

  • Elaboração de um diagnóstico e plano de ação;
  • Apoio na execução do plano de ação focado nas áreas de Desempenho Organizacional e Recursos Humanos e Qualidade;
  • Consultoria especializada e individualizada na empresa;
  • Formação dirigida para um conjunto de colaboradores das empresas participantes.

Qual o investimento das empresas?

  • Este projeto é financiado no âmbito do Portugal 2020 sendo o incentivo de 90% do valor das despesas elegíveis. O investimento por parte da empresa será de 10%, o que corresponde a (valores estimados):
    • Micro Empresa – 572,60€
    • Pequena Empresa – 829,00€
    • Média Empresa – 1 080,00€

 

O que é que preciso para formalizar a adesão?

  • Preencher e enviar a Ficha de Pré-Adesão;
  • Cumprir com as condições de elegibilidade (ver ficha de pré-adesão).

 

Contacte-nos para qualquer esclarecimento adicional através do telefone 244 823 986 ou no e-mail: formacao@tga.pt.


Comments are closed.